APAMVET
Artigos APAMVET

Existem alternativas para a produção intensiva?

Boletim APAMVET, v. 2, n. 1 (2011)

A população mundial vai continuar crescendo nos próximos 40 anos, atingindo 9 bilhões de habitantes. Algumas pessoas consideram que o mundo vai precisar de 50% mais alimentos para este número extra de pessoas e para o aumento na demanda de produtos de origem animal causado pela melhora do padrão de vida no mundo inteiro. Mas este pensamento considera que bilhões de pessoas vão se alimentar no mesmo nível excessivo do mundo ocidental de hoje, uma ideia improvável e pouco saudável.


Transporte internacional de animais de companhia

Boletim APAMVET, v. 2, n. 1 (2011)

O Serviço de Vigilância Agropecuária (VIGIAGRO) é o órgão do Ministério da Agricultura atualmente responsável pela certificação zoossanitária internacional dos animais que saem do Brasil e pela verificação do estado de saúde e atendimento aos nossos requisitos zoossanitários para os que entram ou retornam de viagem. O Fiscal Federal Agropecuário com formação em Medicina veterinária será o servidor público com a competência técnica e legal para esta atividade.


Cuidados intensivos em cães e gatos

Boletim APAMVET, v. 1, n. 1 (2010)

A relação entre o proprietário e seu animal de estimação tornou-se bastante estreita nos últimos anos. Estes proprietários mostram-se dispostos a oferecer melhor assistência médica veterinária aos seus animais de companhia. A internação para tratamento intensivo muitas vezes define o prognóstico bem como acelera e assegura a recuperação pós-operatória.


O papel da medicina veterinária na conservação da biodiversidade

Boletim APAMVET, v. 1, n. 1 (2010)

Na medida em que as questões ambientais ganham relevância para a sociedade, assumem status de lei e passam a integrar as políticas públicas, no campo da conservação da biodiversidade, surgem novas oportunidades de trabalho. O problema, segundo especialistas, é a escassez de profissionais qualificados para atuar a campo em projetos de conservação da fauna silvestre, em particular aqueles com formação em medicina veterinária.


Terapia mediada por animais: uma prática veterinária

Boletim APAMVET, v. 1, n. 1 (2010)

O uso dos animais como auxilio em atividades terapêuticas tem uma longa história, porém o uso extensivo, documentado e organizado é relativamente novo. Os programas que incluem animais já existem na Europa e América do Norte e, recentemente, estão sendo integrados às práticas de diversas instituições brasileiras visando benefícios terapêuticos, fisiológicos, psicológicos e psicossociais.